Pacifismo e guerra no pensamento político internacional e a construção de um direito humano e fundamental à paz

André Luiz Valim Vieira

Resumen

O presente artigo tem por objetivo o estudo do pacifismo e das pesquisas sobre a paz (peace research) em relação à teoria política das relações internacionais que consideram a guerra como objeto de estudo e análise primordial ao longo do pensamento moderno. Utilizando-nos de uma pesquisa histórica e bibliográfica pretendemos identificar o pacifismo e a paz como direito humano e fundamental na ordem internacional e no ordenamento jurídico interno. Nosso objetivo, portanto, consiste em entender o pensamento pacifista no direito internacional e como a paz pode representar a lógica das relações entre as nações no século XXI e como significa um direito fundamental de resguardo na ordem interna e internacional.

Palabras clave

direitos humanos; guerra; pacifismo; paz

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias

Alarcón, Pietro de Jesús Lora, “O direito à paz: a constitucionalização de um direito fundamentalmente humano”, Anais do XVIII Congresso Nacional do CONPEDI, São Paulo, 2009, disponível em: http://www.publicadireito.com.br/conpedi/manaus/arquivos/Anais/sao_paulo/2518.pdf.

Aron, Raymond, Paz e guerra entre as nações, 2a. ed., trad. de Sergio Bath, Brasília, Universidade de Brasília, 1986.

Bobbio, Norberto, A era dos direitos, trad. de Carlos Nelson Coutinho, São Paulo, Elsevier, 2004.

Bobbio, Norberto, “Paz e propaganda de paz”, Brazilian Journal of International Relations, Marília, vol. 4, núm. 1, janeiro-abril de 2015.

Bobbio, Norberto, Teoria da norma jurídica, 4a. ed., trad. de Fernando Pavan Baptista e Ariani Bueno Sudatti, Bauru, Edipro, 2008.

Bobbio, Norberto, Teoria geral da política: a filosofia política e a lição dos clássicos, trad. de Daniela Beccaccia Versiani, Rio de Janeiro, Campus Editora, 2000.

Bobbitt, Philip, A guerra e a paz na história moderna. O impacto dos grandes conflitos e da política na formação das nações, trad. de Cristiana de Assis Serra, São Paulo, Campus, 2003.

Bonanate, Luigi, A guerra, trad. de Maria Tereza Buonafina e Afonso Teixeira Filho, São Paulo, Estação Liberdade, 2001.

Bouthoul, Gaston, Viver em paz, trad. de Antonio José Massano, São Paulo, Moraes Editores, 1968.

Clausewitz, Carl von, Da guerra, trad. de Maria Teresa Ramos, São Paulo, Martins Fontes, 1996.

Comparato, Fabio Konder, A afirmação histórica dos direitos humanos, 5a. ed., São Paulo, Saraiva, 2007.

Cusa, Nicolau de, A paz da fé, trad. de João Maria André, Coimbra, Minerva Coimbra, 2002.

Díaz i Anabitarte, Aitor, “Hacia una sistematización del pacifismo político”, Revista Española de Ciencia Política, Madrid, núm. 31, 2013.

Dimoulis, Dimitri e Martins, Leonardo, Teoria geral dos direitos fundamentais, São Paulo, Revista dos Tribunais, 2008.

Fotia, Mauro, “Polemologia, psicanálise e ciência política”, Revista de Ciência Política, Rio de Janeiro, vol. 2, setembro-dezembro de 1980.

Gentili, Alberico, O direito de guerra, trad. de Ciro Mioranza, Ijuí, Unijuí, 2006.

Grotius, Hugo, O direito da guerra e da paz, 2a. ed., trad. de Ciro Mioranza, Ijuí, Unijuí, 2005, vol. I.

Höffe, Otfried, Justiça política, trad. de Ernildo Stein, São Paulo, Martins Fontes, 2001.

Honneth, Axel, Luta por reconhecimento. A gramática moral dos conflitos sociais, 2a. ed., trad. de Luiz Repa, São Paulo, Editora 34, 2009.

Keegan, John, Uma história da guerra, trad. de Pedro Maia Soares, São Paulo, Companhia das Letras, 1998.

Leão Júnior, Teófilo Marcelo de Ârea e Julias, Lívia Pacheco de Freitas, “A Corte Suprema e o seu papel atual perante a sociedade, judicialização e ativismo judicial adequados”, Revista do Instituto de Direito Constitucional e Cidadania, Londrina, vol. 4, núm. 2, dezembro de 2019.

Matijascic, Vanessa Braga, “Pesquisas para a paz e o ativismo da cultura da paz”, en Salatini, Rafael e Dias, Laércio Fidelis (orgs.), Reflexões sobre a paz, vol. II: Paz e tolerância, São Paulo, Cultura Acadêmica, 2018.

Mazzuoli, Valerio de Oliveira, Curso de direito internacional público, 9a. ed., São Paulo, Revista dos Tribunais, 2015.

Mei, Eduardo, “Estado, guerra e violência: as novas guerras e suas implicações para a teoria clausewitziana da guerra”, en Mei, Eduardo e Saint-Pierre, Héctor Luis (orgs.), Paz e guerra. Defesa e segurança entre as nações, São Paulo, Editora Unesp, 2013.

Morris, Ian, Guerra. O horror da guerra e seu legado para a humanidade, trad. de Luis Reyes Gil, São Paulo, LeYa, 2015.

Peces-Barba Martínez, Gregorio, Lecciones de derechos fundamentales, Madrid, Dykinson, 2004.

Pérez Luño, Antonio Henrique, Derechos humanos, Estado de derecho y Constitución, 9a. ed., Madrid, Tecnos, 2005.

Poker, José Geraldo Alberto Bertoncini, “Direitos culturais, universalismo e movimentos sociais: o futuro dos direitos humanos”, en Salatini, Rafael (org.), Reflexões sobre a paz, vol. II: Paz e tolerância, Marília, Cultura Acadêmica, 2018.

Poker, José Geraldo Alberto Bertoncini et al., “Direitos humanos, linguagem, normatividade e emancipação nas relações internacionais”, en Salatini, Rafael (org.), Cultura e direitos humanos nas relações internacionais. Reflexões sobre os direitos humanos, Marília, Cultura Acadêmica, 2016.

Pontara, Giuliano, “Pesquisa científica sobre a paz”, en Bobbio, Norberto et al., Dicionário de política, Brasília, UnB, 1992, vol. 2.

Rezek, Francisco, Direito internacional público. Curso elementar, 15a. ed., São Paulo, Saraiva, 2014.

Saint-Pierre, Abbé de, Projeto para tornar a paz perpétua na Europa, trad. de Sergio Duarte, Brasília, Editora UnB, 2003.

Sala, José Blanes, “A contribuição histórica do direito internacional público para a consecução da paz”, en Salatini, Rafael (org.), Reflexões sobre a paz, Marília, Cultura Acadêmica, 2014.

Salatini, Rafael, “Bobbio, a paz e os direitos do homem”, Revista Direito GV SP, janeiro-junho de 2011.

Salatini, Rafael, “Introdução aos escritos sobre a paz de Norberto Bobbio”, Revista Videre, Dourados, vol. 10, núm. 18, 2017.

Salatini, Rafael, “O tema da paz no século XX”, en Passos, Rodrigo Duarte Fernandes dos e Fuccille, Alexandre (orgs.), Visões do Sul. Crise e transformações do sistema internacional, Marília, Cultura Acadêmica, 2016, vol. 1.

Salatini, Rafael, “O tema da paz perpétua”, Brazilian Journal of International Relations, Marília, vol. 2, núm. 1, janeiro-abril de 2013.

Salatini, Rafael, “Rousseau e as relações internacionais”, Pacifismo e cooperação nas relações internacionais: teoria e prática, Dourados, UFGD Editora, 2013.

Santos, Boaventura de Souza, “Por uma concepção multicultural de direitos humanos”, Revista Crítica de Ciências Sociais, Coimbra, núm. 48, junho de 1997.

Silva, José Afonso da, Curso de direito constitucional positivo, 29a. ed., São Paulo, Malheiros, 2007.

Wolkmer, Antônio Carlos, Introdução ao pensamento jurídico crítico, 7a. ed., São Paulo, Saraiva, 2009.

Zolo, Danilo, “Luzes e sombras do pacifismo jurídico de Norberto Bobbio”, en Tosi, Giuseppe (org.), Norberto Bobbio: democracia, direitos humanos, guerra e paz, João Pessoa, Editora da UFPB, 2013

Enlaces de Referencia

  • Por el momento, no existen enlaces de referencia